Junho 20, 2024

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

A natural de Rhode Island tem sido destaque na seleção portuguesa de futebol feminino

A natural de Rhode Island tem sido destaque na seleção portuguesa de futebol feminino

CUMBERLAND – Stephanie Ribeiro, nativa de Pawtucket, foi convidada Seleção Portuguesa de Futebol Feminino Antes de duas eliminatórias contra a Irlanda do Norte Euro Feminino da UEFA 2025.

Isto marca a sua primeira convocação para a seleção de Portugal.

“Stephanie é uma jogadora que joga com grande dimensão e profissionalismo no campeonato mexicano”, disse o seleccionador de Portugal, Francisco Neto, ao anunciar a inclusão de Ribeiro no elenco de 25 jogadores.

Ribeiro, 29 anos, atualmente joga como atacante do Club Universidad Nacional (comumente conhecido como UNAM-PUMAS) na Liga MX Feminina (liga profissional de futebol feminino do México).

Ele também jogou profissionalmente na Islândia, Dinamarca e Noruega.

A sua mãe nasceu em Chaves, Portugal continental, o que lhe deu a cidadania portuguesa e a oportunidade de ingressar na seleção portuguesa. Seu pai nasceu no Rio de Janeiro, Brasil.

“Ele tem muito orgulho em representar Portugal”, disse a sua mãe, Nela Ribeiro, a O Jornal. “Ela está muito animada.”

Ele disse que Stephanie está bem no campeonato mexicano e por isso foi chamada para representar Portugal.

“Ela teve um bom ano; Ele foi o artilheiro do PUMAS”, disse a mãe. “Ela está lá há dois anos. Ela marcou 14 gols este ano.

Stephanie viajará para Portugal no sábado, 25 de maio, para ingressar na seleção nacional. Enquanto isso, ela está tentando manter os pés no chão e focada, de acordo com sua mãe.

“Ela não quer distrações”, disse sua mãe. “Ela gosta de manter a cabeça no lugar certo.”

O interesse de Ribeiro pelo futebol começou desde muito jovem

A paixão de Stephanie pelo futebol começou cedo, quando ela começou a jogar futebol aos 4 anos.

READ  Estrangeiros respondem por 25% do custo

“Ela jogou futebol a vida toda; Isso é tudo que ela sabe”, disse sua mãe. “Ela sempre se saiu bem.”

Ele foi três vezes titular do time principal na Cumberland High School, marcando mais de 100 gols de 2009 a 2011. Nomeada All-New England três vezes.

Na faculdade, ela jogou no time de futebol feminino UConn Huskies, fazendo 85 partidas e marcando 38 gols.

Os outros dois jogadores convidados jogam nos Estados Unidos

Ribeiro vai se juntar a outros dois jogadores da seleção portuguesa que atualmente joga nos Estados Unidos: a goleira da Universidade de Arkansas, Sierra Cota-Yarte, e a atacante do Portland Thorns, Ana Diaz.

Natural de Aveiro, Diaz chegou ao Portland Thorns em março de 2024 via São Petersburgo, na Rússia, onde jogou três temporadas no ZFK Zenit. Antes disso, jogou pelo GDC A-dos-Francos e UR Cadima em Portugal.

Nascida e criada em Toronto, Canadá, Kota-Yarte é filha de um imigrante açoriano. A sua mãe nasceu na Terceira, o que, tal como Ribeiro, lhe deu acesso à cidadania portuguesa e a oportunidade de ingressar na seleção portuguesa.

Seleccionador de Portugal: ‘Temos que encarar jogo a jogo’

Portugal enfrentará a Irlanda do Norte na sexta-feira, 31 de maio, em Leiria, Portugal, e novamente no dia 4 de junho, em Lurgan, Irlanda do Norte.

O objectivo é garantir a posição de Portugal no Grupo 3 das eliminatórias para o Campeonato da Europa de 2025. Até ao momento, Portugal soma duas vitórias em dois jogos e nenhum golo marcado.

“Como dizem do lado técnico, temos que encarar jogo a jogo porque não podemos considerar nada garantido”, disse o técnico Neto aos repórteres. “Sabemos que do outro lado existe uma equipa muito competitiva, seja numa competição individual ou num Mundial, Portugal tem de estar ao mais alto nível com o mesmo espírito, habilidade e atitude que tivemos.

READ  Portugal visa proteger jovens trabalhadores, estagiários no mercado de trabalho | Poderoso 790 KFGO

O UEFA Women’s Euro 2025 será realizado na Suíça, de 2 a 27 de julho de 2025.

Para chegar à fase final do torneio, Portugal deve terminar entre os três primeiros do seu grupo e avançar para dois play-offs. Promoção para a A-League garantida para os melhores times.

Portugal x Irlanda do Norte

– Guarda-redes: Inês Pereira (Servette FC/Sui), Patrícia Morais (Sporting de Braga) e Sierra Cota-Yarde (Universidade de Arkansas/EUA).

– Defesas: Alicia Correa (Sport), Ana Borges (Sport), Ana Ceesa (Benfica), Carol Costa (Benfica), Caterina Amato (Benfica), Diana Gomez (Sevilha/SP), Joanna Marzo (Servet FC/SU) e Lúcia Alves (Benfica)

– Médios: Ana Ruud (Sporting de Braga), Andrea Norton (Benfica), Andrea Jacinto (Real Sociedad/SP), Andrea Faria (Benfica), Beatriz Camiro (Damaense), Dolores Silva (Sporting de Braga), Joana Martins (Sporting de Braga) e Giga Nazareth (Benfica).

– Avançadas: Ana Diaz (Portland Thorns, EUA), Carolina Mendes (Sporting de Braga), Diana Silva (Sport), Jessica Silva (Benfica), Stefanie Ribeiro (Pumas UNAM, México) e Delma Encarnacio (Marítimo).

Alguns materiais da Lusa utilizados neste relatório