Maio 26, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Biden anuncia novo programa para refugiados ucranianos entrarem nos Estados Unidos por motivos humanitários

Biden anuncia novo programa para refugiados ucranianos entrarem nos Estados Unidos por motivos humanitários
A medida ocorre quase um mês depois que Biden prometeu reconhecer Até 100.000 ucranianos Fuja da invasão russa e é projetado para que os ucranianos se interessem mais rapidamente em vir para os Estados Unidos.

“Este novo programa de liberdade condicional humanitária complementará as vias legais existentes disponíveis para os ucranianos, incluindo visto de imigrante e processamento de pedido de refugiado. família ou uma ONG”, anunciou o presidente na quinta-feira, ao fornecer uma atualização sobre a Ucrânia e a Rússia.

Biden continuou: “Este programa será rápido. Será simplificado. Ele garantirá que os Estados Unidos honrem seu compromisso de se dirigir ao povo da Ucrânia e (eles) não precisem passar por nossa fronteira sul”.

O presidente é na quinta-feira também Anunciando outro pacote de US$ 800 milhões Mais armas e outras ajudas serão enviadas à Ucrânia no mais recente esforço do governo para reforçar as forças do país que lutam contra a invasão russa.

A CNN informou na quinta-feira que o programa de liberdade condicional humanitária exigirá que os ucranianos que desejam entrar nos Estados Unidos patrocinem um cidadão ou indivíduo dos EUA, o que incluirá organizações de reassentamento e organizações sem fins lucrativos.

Os candidatos ucranianos precisarão passar por rigorosas verificações e verificações de segurança, incluindo triagem biométrica e biométrica, vacinações completas e outros requisitos de saúde pública, incluindo o recebimento da vacina Covid-19, para serem elegíveis. Os ucranianos também devem residir na Ucrânia a partir de 11 de fevereiro.

Os patrocinadores precisarão passar por suas próprias verificações de antecedentes de segurança, bem como anunciar apoio financeiro. Não há limite para o número de indivíduos que uma pessoa ou grupo pode patrocinar, mas funcionários da administração indicaram que avaliarão seus meios e capacidade de apoiar os ucranianos. O Departamento de Segurança Interna administrará o programa.

READ  EUA dizem ter informações confiáveis ​​sobre "lista de assassinatos" da Rússia em possível invasão da Ucrânia

“O Departamento de Segurança Interna continuará a fornecer alívio ao povo ucraniano, enquanto apoia nossos aliados europeus que suportaram tudo o que suportam como resultado da brutal invasão russa da Ucrânia”, disse o ministro da Segurança Interna, Alejandro Mayorcas, em comunicado.

Por meio desse processo, os candidatos ucranianos poderão viajar e estar nos Estados Unidos Considerada liberdade condicional humana Caso a caso por até dois anos. Se aceito, os indivíduos serão elegíveis para uma permissão de trabalho.

Os indivíduos podem começar a enviar inscrições por meio de um portal on-line em 25 de abril.

As rotas limitadas para os Estados Unidos até agora levaram centenas de ucranianos a irem ao México, onde é fácil obter um visto, e depois tentarem entrar nos Estados Unidos por portos de entrada terrestres. Mais de 5.000 ucranianos tentaram entrar nos Estados Unidos em março, incluindo mais de 3.200 na fronteira sul com o México, segundo dados da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA.

Um funcionário da Segurança Interna confirmou na quinta-feira que os ucranianos não devem viajar para o México para entrar nos Estados Unidos.

“Após o lançamento da União para a Ucrânia, os ucranianos que estiverem nos portos de entrada terrestre dos EUA sem visto válido ou sem permissão prévia para viajar para os Estados Unidos terão sua entrada negada por meio do programa União para a Ucrânia e são indicados para se inscrever por meio deste programa”, de acordo com o DHS.

Além do programa de liberdade condicional humanitária, o Departamento de Estado está expandindo as operações do Programa de Admissão de Refugiados na Europa, com o objetivo de fornecer aos indivíduos elegíveis melhor acesso ao Programa Lautenberg, uma iniciativa destinada a ajudar pessoas que fogem da perseguição religiosa da União Soviética. União. União, bem como intensificar os mecanismos de encaminhamento para os ucranianos que buscam reassentamento permanente.

READ  UE ajusta plano russo de sanções petrolíferas na tentativa de ganhar apoio de países relutantes - fontes

Mais de 5 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia desde o início da invasão russa no final de fevereiro, disse o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados nesta quarta-feira.