Junho 20, 2024

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Espanha e Portugal afirmam que empate com Marrocos aumenta candidatura à Copa do Mundo

Espanha e Portugal afirmam que empate com Marrocos aumenta candidatura à Copa do Mundo

Por Agence France-Presse


Maddie Meyer – FIFA / FIFA / Getty

Os líderes de Espanha e Portugal saudaram a decisão do Marrocos de se juntar à candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2030, dizendo na quarta-feira que isso aumenta suas chances de sediar o evento.

O rei Mohammed VI do Marrocos anunciou na terça-feira que seu país se juntou a uma candidatura de dois países europeus, aparentemente substituindo a devastada Ucrânia pela guerra em uma aliança de três vias.

Espanha e Portugal anunciaram sua candidatura conjunta em 2021 antes de adicionar a Ucrânia à candidatura em outubro passado.

Em contraste com a distância entre a Ucrânia e a Espanha e Portugal, o Marrocos é separado da Península Ibérica apenas pelo Estreito de Gibraltar.

“Acho que esta iniciativa da Península Ibérica com Marrocos é muito positiva”, disse o primeiro-ministro português, António Costa, numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo espanhol, Pedro Sanchez, na ilha espanhola de Lanzarote.

“Trata-se de uma mensagem importante para todo o mundo, especialmente para a Europa e África, porque somos dois continentes vizinhos, dois continentes que querem trabalhar juntos”, acrescentou.

“Esta é a primeira vez que se faz uma oferta de ambos os lados do Mediterrâneo, entre a África e a Europa. Acho que servirá apenas para unir o indivisível.”

Enquanto isso, Sánchez disse que a adesão de Marrocos à candidatura “coloca a candidatura conjunta de Espanha e Portugal na melhor forma de vencer a corrida”.

Nem Sanchez nem Costa mencionaram a Ucrânia durante a entrevista coletiva.

Mas a mídia espanhola informou que a Ucrânia desistiu do torneio depois que o chefe da Federação Ucraniana de Futebol foi preso em novembro por acusações de fraude.

READ  O custo da eletricidade é sempre alto

Com a invasão russa da Ucrânia ainda em andamento, é improvável que o país esteja pronto para sediar a Copa do Mundo daqui a sete anos, segundo relatos.

A Fifa, entidade que rege o futebol mundial, deve anunciar a Copa do Mundo de 2030 em 2024.

As candidaturas sul-americanas, incluindo Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile, estão desafiando a candidatura ibérica, e a Arábia Saudita espera liderar uma chapa conjunta com Egito e Grécia.

A Copa do Mundo já teve anfitriões conjuntos antes.

Em 2002, Japão e Coreia do Sul dividiram a competição.

Em 2026, as finais serão disputadas nos Estados Unidos, México e Canadá, com 11 das 16 sedes planejadas nos Estados Unidos.

A primeira Copa do Mundo, em 1930, foi sediada e vencida pelo Uruguai.