Setembro 28, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Itália confisca o iate

Itália confisca o iate

ROMA (Reuters) – A polícia apreendeu um iate profundo do bilionário russo Andrei Igorevich Melnichenko, disse o gabinete do primeiro-ministro italiano neste sábado, poucos dias depois que o empresário foi colocado na lista de sanções da União Europeia após a invasão da Ucrânia pela Rússia.

O governo disse que o iate A de 143 metros, ao preço de 530 milhões de euros (US$ 578 milhões), foi reservado no porto de Trieste, no norte do país.

Projetado por Philippe Starck e construído pela Knopskrug na Alemanha, o governo disse que o navio é o maior iate à vela do mundo.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Melnichenko possuía o maior produtor de fertilizantes EuroChem Group e a empresa de carvão SUEK. As empresas disseram em comunicados na quinta-feira que ele renunciou ao conselho de administração das duas empresas e se retirou como beneficiário a partir de quarta-feira.

O porta-voz de Melnichenko, Alex Andreev, disse que o empresário “não tem nada a ver com os trágicos acontecimentos na Ucrânia. Ele não tem filiação política”.

“Não há absolutamente nenhuma justificativa para colocá-lo na lista de sanções da UE”, disse Andreev. “Vamos discutir essas sanções infundadas e injustificadas e acreditamos que o estado de direito e o bom senso prevalecerão.

A polícia italiana confiscou na semana passada casas e iates no valor de 143 milhões de euros (156 milhões de dólares) de cinco russos de alto escalão que foram colocados na lista de sanções. Consulte Mais informação

As operações policiais fizeram parte de uma campanha coordenada por países ocidentais para punir russos ricos que dizem estar ligados ao presidente Vladimir Putin.

(1 dólar = 0,9167 euros)

(Cobertura) de Emilio Parodi Redação de Giselda Fagnoni Edição de Francis Keri

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.