Dezembro 5, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Lula quer reatar laços negligenciados com Portugal

Lisboa, Portugal — O presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, reuniu-se com o presidente de Portugal na sexta-feira em uma tentativa de reavivar os laços entre os dois países de língua portuguesa após quatro anos de relações gélidas.

“Portugal é um país irmão e um parceiro importante para o Brasil na Europa”, twittou o novo presidente do Brasil, apelidado de Lula, antes das negociações. “Retomaremos nossas discussões no interesse de nossos dois países.”

Da Silva e o presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, conversaram a portas fechadas no palácio presidencial em Lisboa.

Mais de 200.000 expatriados brasileiros vivem em Portugal, tornando-os a maior comunidade de expatriados. Cerca de 80 mil pessoas estão cadastradas para votar no Brasil EleiçãoDa Silva voltou ao poder em outubro passado.

Portugal é a segunda escolha mais popular para os brasileiros imigrar depois dos Estados Unidos.

Da Silva toma posse em 1º de janeiro, mas deseja dar um novo tom às relações exteriores do Brasil.

Ele voou para Lisboa de uma conferência climática da ONU no Egito, onde prometeu reprimir o desmatamento ilegal na Amazônia e restaurar os laços com países que financiam esforços de conservação florestal.

Evitou o presidente cessante Jair Bolsonaro, que derrotou da Silva em 30 de outubro.

Durante os quatro anos de mandato de Bolsonaro, não ocorreram cimeiras bilaterais com líderes portugueses.

Durante os seus dois mandatos consecutivos entre 2003-2010, da Silva desenvolveu relações com Portugal e com as autoridades portuguesas.

O ministro das Relações Exteriores de Portugal, João Gomes Gravinho, diz que o comércio bilateral não cresceu sob Bolsonaro, acrescentando que projetos conjuntos de energia renovável podem oferecer um novo caminho a seguir.

READ  Portugal altera lei de cidadania de Roman Abramovich | Portugal

Da Silva também deve se encontrar com o primeiro-ministro português, Antonio Costa, ainda na sexta-feira.

Da Silva é membro do Partido dos Trabalhadores do Brasil, de esquerda. Costa, que está à frente do governo de Portugal há sete anos, lidera o Partido Socialista, de centro-esquerda.