Dezembro 5, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Mahathir Mohamad: Ex-primeiro-ministro da Malásia perde cargo após derrota surpreendente | Notícia

Mahathir Mohamad: Ex-primeiro-ministro da Malásia perde cargo após derrota surpreendente |  Notícia

O estadista de 97 anos da política malaia perdeu seu assento parlamentar – a primeira derrota eleitoral em 53 anos.

O ex-primeiro-ministro da Malásia, Mahathir Mohamad, perdeu seu assento parlamentar nas eleições gerais de sábado, o que provavelmente encerrará a carreira de um dos políticos mais duradouros da Ásia.

A comissão eleitoral do país disse no sábado que Mahathir terminou em quarto lugar em uma batalha de cinco vias em seu eleitorado de longa data na ilha turística de Langkawi.

“É uma grande surpresa que ele não tenha apenas [Mahathir] “Ele perdeu, mas perdeu de forma espetacular”, disse Florence Lowe, da Al Jazeera, de fora de Kuala Lumpur.

Ele não apenas perdeu seu assento, mas também seu depósito porque não conseguiu mais do que um oitavo dos votos expressos. Além disso, seu partido não conseguiu ganhar uma única cadeira.

Foi a primeira derrota eleitoral do político de 97 anos em mais de meio século. Ele serviu como primeiro-ministro da Malásia por 22 anos, de 1981 a 2003.

Ele voltou à política há dois anos, após um escândalo multibilionário no fundo estatal 1MDB. Mahathir detinha o Guinness World Records por ser o “primeiro-ministro mais velho do mundo” quando se tornou primeiro-ministro em 2018, apenas dois meses antes de seu 93º aniversário.

Mahathir correu sob o Homeland Fighters Party. [Malaysian Department of Information/Hafiz Itam/Handout via Reuters]

“Crooks ou Jailbird”

Visivelmente desacelerando com a idade, mas ainda saudável, Mahathir concorreu desta vez sob seu próprio Homeland Fighters Party e zombou das sugestões de que ele deveria se aposentar, dizendo aos repórteres antes da eleição que ele tinha uma “boa chance” de vencer.

Mahathir disse: “Eu ainda estou de pé e falo com você, eu acho, e dou respostas razoáveis.”

READ  Novos confrontos eclodiram entre Azerbaijão e Armênia

Ele acrescentou que seu partido não formaria nenhuma aliança com partidos liderados por “bandidos ou prisioneiros” – uma aparente referência à Organização Nacional dos Malaios Unidos (UMNO), o partido do ex-primeiro-ministro Najib Razak preso.

A Coalizão Nacional Barisan do primeiro-ministro Ismail Sabri Yaqub – dominada por seu partido UMNO – perdeu terreno para as coalizões rivais lideradas pelo ex-primeiro-ministro malaio Muhyiddin Yassin e pelo líder da oposição Anwar Ibrahim.

Manchada pela corrupção, a Aliança Nacional Barisan, que governou a Malásia desde sua independência da Grã-Bretanha até 2018, ainda pode retornar ao poder dependendo das alianças pós-eleitorais.

Mahathir foi criticado por governar o país do Sudeste Asiático com mão de ferro de 1981 a 2003, mas também foi elogiado por ajudar a transformar o país de uma estagnação sonolenta em um dos maiores exportadores mundiais de produtos de alta tecnologia.

Sua longa liderança proporcionou estabilidade política, o que lhe valeu o apelido de “Pai da Malásia Moderna”, ao supervisionar a construção de rodovias e parques industriais nas décadas de 1980 e 1990.

A aliança reformista PKH Harapan de Mahathir obteve uma vitória impressionante sobre UMNO e Najib, que mais tarde foi condenado por corrupção e atualmente cumpre uma sentença de 12 anos de prisão.

Mahathir tornou-se primeiro-ministro novamente, mas seu governo entrou em colapso em menos de dois anos devido a lutas internas.

Ele alertou que Najib seria libertado se os aliados do político preso na Organização Nacional dos Malaios Unidos (UMNO) vencessem.

Ele também se ofereceu para se tornar primeiro-ministro pela terceira vez, mas observadores disseram que ele não teve chance desde o início.

Seus confrontos titânicos com o líder da oposição Anwar, seu ex-herdeiro com quem ele estava em desacordo, dominaram e moldaram a política da Malásia nas últimas duas décadas.

READ  Relatar alegações de que Putin teve câncer e sobreviveu a uma tentativa de assassinato

No final, a idade era seu maior adversário.

“O tempo de Mahatir já passou”, disse Bridget Welsh, da Universidade de Nottingham, na Malásia, à AFP no início deste mês, antes da eleição.