Dezembro 5, 2021

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Na frente: Portugal – Surfline

Aqui está a 2ª temporada: Episódio 6 de nossa série original que celebra as comunidades do Core Surf em todo o mundo, apresentando suas formas de onda únicas, cultura e surfistas locais. Ver A primeira temporada está aqui Veja a tabela completa abaixo para mais capítulos futuros.

***

Vinho: Louis “Ben” de Saw

De muitas maneiras, alguns lugares do planeta são compatíveis com as ondas de rádio de classe mundial de Portugal. Você sabe como? Outrora a onda mais popular do país, o poderoso point break do lado direito do Coxsackie não é mencionado agora. Como são bons os outros lugares.

Portugal tem uma das ondas grandes mais desafiadoras do mundo (Nazareth Canyon em Praga do Norde), uma das camadas destras mais sanguinárias do mundo (caverna), uma das melhores cunhas de cais da Europa (Figueroa da Foss), altamente rivais competitivos (Ribeira D’ilhas), E o beach break com as barricas seria muito melhor, é assim que chamam (Supertubos).

Se isso não bastasse, há duas ilhas, Madeira e Açores, sob domínio português, e há muitos outros beach breaks, recifes, pontos de freio, lajes, molhes, esquerdas, direitas, A-frames e inovações de backwash. A 530 milhas de praia, é preciso ser lobotomizado para perder o interesse. Há ondas que podem ser praticadas durante todo o ano (embora o outono e o inverno sejam os melhores). Com todas as suas penínsulas, em algum lugar sempre será o litoral.

Basicamente, existe o céu, existe a terra, existe Portugal algures no meio.

***

Recursos:

Nazareth Game | Jogo Superdupos | Previsão de Benich | Jogo Ribeira de Ilhas | Jogo Cargevelos

***

Cronograma da segunda temporada

8 de outubro: Polly by Scotty Hammonds

15 de outubro: Escrito por Ireland Clem McKinnerney

READ  Suécia chocou Espanha, Portugal venceu Irlanda

22 de outubro: Santa Bárbara de Ryan Perry

29 de outubro: Jeffries Bay por Alan von Kaisen

5 de novembro: Taiti por Tim McKenna

12 de novembro: Portugal de Louis “Ben” de Cha

19 de novembro: Costa do Ouro de Lachlan McKinnon

26 de novembro: Maui de Don Norgunas

***

Entrevista com o diretor: Louis “Ben” de Saw

Links IG / Site / YouTube:
https://www.instagram.com/luisbendesa/
https://www.instagram.com/abovecreators/
http://www.abovecreators.com/

Era: 31

Como você começou na fotografia / videografia de surf?

Acho que meu primeiro interesse por fotografia de surf foi em 99, quando comprei uma câmera de filme à prova d’água descartável com alguns amigos e nos filmamos enquanto navegávamos o dia todo. Então, em 2013-14, ganhei minha primeira câmera e foi quando comecei a me apaixonar por edição e filmagem, coleção e edição. Desde então, a fotografia e o videoteipe fazem parte da minha vida.

Há quanto tempo você está filmando?

Tenho filmado e colecionado filmagens desde os 13, agora com 18 anos. Mas profissionalmente há quatro anos.

Plano de carreira?

Eu era um fisiculturista competitivo em uma idade jovem e ganhei dois títulos nacionais entre as idades de 10 e 18 anos. Aos 20 anos, fui da Nazaré para ingressar nos “Fusiliros” (marinha portuguesa) a sul do rio Tejo, em Lisboa. Servi de 2010 a 2017. No exterior, mantive o interesse pelo mar, pelas ondas e pela videografia. Investi em novos equipamentos, e quando saí da Marinha e voltei para Nazaré em 2017 (sem saber o que ia fazer), dediquei meu tempo e interesse em fazer pequenos vídeos de surfe para o meu canal no YouTube. Começou a atrair a atenção das pessoas e gradualmente tornou-se meu trabalho. As coisas estão indo muito rápido nos últimos anos. Fiz parte de vários projetos e há dois anos decidi criar minha própria empresa de mídia e marca: Creators above. O melhor ainda está por vir.

READ  O Primeiro-Ministro de Portugal cancelou a visita da COP26

Qual é o seu lugar favorito para filmar na sua cidade natal e por quê?

Minha praia local, Priya do Norde, Nazareth. A maioria das pessoas conhece a Nazaré apenas por suas ondas gigantes, mas a verdade é que a Praia do Norte oferece um surfe épico de 4 a 30 metros. Para fotografar belas paisagens e diferentes locais e ângulos, tudo pode acontecer.

Quem são seus locais favoritos para filmar e por quê?

A equipe do Nazareno quebrando barreiras, é o que eu mais gosto. Quando você está filmando em Nazaré, se há uma vibração de “tudo pode acontecer”, nada se compara.

Que tipo de condições você gosta de filmar?

Ondas severas de efeitos – os tipos de ondas que desejo navegar, é nisso que me interessei durante toda a minha vida. Gosto de pegar ondas amargas em situações difíceis.

Patrulha do amanhecer ou represa de vidro à noite?

Ambos! Mas se eu tivesse que escolher, diria que o pôr do sol é minha hora favorita.

Quem são suas maiores inspirações por trás das lentes?

Eu obtenho inspiração de todos os lugares. Eu assisto lindos filmes de água feitos por Laurent Pujol e Tim Pony em câmeras cinematográficas. Localmente, Helio Antonio é um grande amigo meu e uma grande inspiração. Ele pode ter meu arquivo de fotos favorito no mundo. Tim McKenna, Corey Wilson, Ray Collins, Kirvan Balthasari … a lista é infinita.

Qual foi sua primeira câmera?

Sony DCR-TRV3, coisa MiniDV! Deus sabe o quanto trabalhei para extrair esses arquivos. Todos os meus amigos abusaram dessa câmera e criaram imagens que existem até hoje. Foi roubado, mas deixou lindas lembranças.

READ  Apesar da elevada taxa de jab, Portugal está a tomar novas medidas COVID-19

O equipamento de tiro vai embora hoje?

Minha caixa d’água Gold Wave Solutions é meu equipamento favorito.

O que diferencia sua casa de outras zonas de surfe?

A tão curta distância na costa oeste de Portugal existem muitos tipos de ondas: as épicas e gigantescas ondas de Nazaré, claro; As poderosas praias de Benich e sua rainha Superdupos; Uma pérola em cunha ainda um pouco a leste; Ericira maluca com camadas pesadas e refrações para todos os gostos; E não se esqueça das lacunas ocultas entre as áreas.

Como você descreveria a equipe local de surfistas da sua região?

Aqui na costa oeste de Portugal temos uma tripulação de surfistas muito diferente. Mas com quem passo mais tempo são os que gostam de surfar em ondas pesadas: os bodyboards locais de Nazareth, os surfistas de ondas grandes e os slap hunters – um companheiro louco que está sempre à procura das ondas da sua vida.

Quando bombeia, que tipo de ondas as pessoas podem esperar de onde você mora?

Com boa inflação, você pode pegar ondas gigantes em Nazaré, barris de freio Epic Beach em Superdupos e pesados ​​barris quadrados em algumas de nossas lajes – às vezes em um único dia.

Algum conselho para os próximos filmes / fotógrafos?

Confie na sua visão. Seja normal.