Agosto 15, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Promotores espanhóis pedem 8 anos de prisão para Shakira em caso de fraude fiscal

Promotores espanhóis pedem 8 anos de prisão para Shakira em caso de fraude fiscal

Promotores da Espanha disseram na sexta-feira que vão pedir ao tribunal que condene a estrela pop colombiana Shakira a oito anos e dois meses de prisão, se ela for condenada em seu julgamento esperado por suposta fraude fiscal.

Shakira, cujo nome completo é Shakira Isabel Mebarak Ripoll, é Acusado de não pagar O governo espanhol tributou 14,5 milhões de euros (15 milhões de dólares) entre 2012 e 2014. Os promotores disseram que também pediriam uma multa de 24 milhões de euros (24 milhões de dólares).

Shakira
A cantora Shakira participa da exibição de “Elvis” durante o 75º Festival Anual de Cinema de Cannes no Palais des Festivals em 25 de maio de 2022 em Cannes, França.

Mark Piasecki/FilmMagic/Getty Images


A acusação detalha as seis acusações contra Shakira. Esta semana, o cantor rejeitou o acordo oferecido pela promotoria, optando por um julgamento. A data do julgamento ainda não foi definida.

Autoridades de publicidade em Londres disseram em um comunicado na sexta-feira que Shakira “sempre cooperou, cumpre a lei e demonstrou um comportamento impecável como indivíduo e como contribuinte”. A equipe de publicidade acusou a autoridade fiscal espanhola de violar seus direitos.

A equipe de relações públicas espanhola de Shakira disse no início desta semana que a artista havia depositado o valor que ela deveria, incluindo 3 milhões de euros em juros.

Os promotores de Barcelona alegaram que o vencedor do Grammy passou mais da metade de cada ano entre 2012 e 2014 na Espanha e deveria ter pago impostos no país.

Shakira recentemente Terminou um relacionamento de 11 anos Com o astro do Barcelona, ​​Gerard Piqué, ela lhe deu dois filhos. A família morava em Barcelona.

READ  Inundações na África do Sul mataram 259 pessoas e destruíram estradas